Signos, Zodíaco e Meditação – Capricórnio I


A crise surge quando devemos desistir das alturas que, aparentemente alcançámos, a fim de levar a Luz que encontrámos à Humanidade, e ensinar-lhe o caminho para o cume. Portanto, durante o mês de Capricórnio não deveríamos permanecer parados na posição já atingida, nem acreditar que já alcançámos e realizámos tudo o que era possível, mas sim, seguir com boa vontade as energias rítmicas da vida e descer novamente a montanha para transmitir aos outros o conhecimento e a Luz que encontrámos. Podemos desenvolver a nossa energia e capacidade de Vontade para aplicá-las no bem comum de toda a Humanidade. Onde quer que encontremos infortúnios devemos nos sentir chamados para cooperar na sua eliminação.

Quando a pessoa chega à plena realização de si mesma, então a consciência universal desperta. É a consciência da Alma agindo através da personalidade integrada, pensando e actuando de acordo com os conceitos de unidade, amplos e abrangentes. Deste modo, não podemos mais dizer como personalidade transfigurada e permeada pela Alma, como uma pessoa auto-consciente: “Isto não me diz respeito, deixo que os outros se encarreguem disto”. Não, aqui devemos cooperar com o Plano da Evolução, aceitando responsabilidades no que diz respeito ao todo maior, à comunidade. Devemos empregar a nossa força de Vontade com alegria e entusiasmo, não apenas na criação de melhores condições de vida e relacionamentos humanos correctos, mas também no cumprimento dos direitos humanos universais.

Deixe-me a sua opinião. Bem-Haja!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s