janelas_dalma

Lua Cheia Escorpião – Touro


a vida em nós é movimento e transformação eternos

Uma vez mais o Universo conspira a favor da nossa evolução com a configuração da Lua Cheia desta segunda-feira. É, efectivamente, agora a hora de assumirmos a responsabilidade pela vida no planeta quer seja na esfera ecológica, nas esferas social e económica, quer nas esferas política e espiritual. Precisamos fazer um esforço para sair da apatia, ou da constante idealização da vida em sociedade para construirmos uma base realista da vida. De outra forma, continuaremos a alimentar a ilusão que algo ou alguém virá tomar conta das injustiças, ou a adiar sempre para mais tarde os problemas sistémicos e estruturais que requerem agora a nossa atenção.

janelas_dalmaRealmente, a grande mudança estrutural permanece claramente evidente, revelando impulsos vitais inesperados que até aqui permaneciam latentes ou pouco desenvolvidos nos seres individuais e colectivos. Como estamos mais intuitivos e psíquicos, muitas vezes parece que nos evadimos da realidade, deixando que os sonhos e os ideais tomem conta de nós. Esta enorme sensibilidade e susceptibilidade em relação ao meio ambiente e aos outros, tem como objectivo dissolver o sentido de separatismo para que cada parte individual de nós mesmos se sinta integrada no seio do Todo, e uma procura por estados mais elevados de consciência. Para tal, necessitamos de ganhar objectividade acerca do que verdadeiramente somos e do que representamos ser.

As questões morais ou sociais, assim como os problemas filosóficos ou existenciais, que têm ocupado a nossa mente têm criado a necessidade da procura de respostas. O entendimento das leis e dos princípios que regem o Cosmos apontam para a necessidade de encontrar a síntese na multiplicidade, sem perder a capacidade de abertura a vários pontos de vista. Neste momento de avaliação, a renovação do campo sentimental acompanhada por uma dissolução e abdicação do Ego, será muito importante para que haja superação de comportamentos destrutivos, de modo a que o Eu real se manifeste. O Eu real da compaixão!

A indecisão e a ambivalência somente têm lugar quando há perda de sentido, daí a fé num ideal ser de crucial importância para a manifestação de padrões mais concretos e justos, os quais necessitam ser testados e confrontados no nosso quotidiano. Dedicarmos tempo e atenção a projectos sociais e colectivos, que tenham o poder de transformar o nosso estilo de vida é uma forma de procurarmos valores de liberdade e união que se aplicam de uma forma prática e objectiva. Para afirmarmos a nossa existência, é necessário morrermos para o velho e estarmos prontos a nascer de novo.

Estamos no auge do período da transformação do nosso Eu inferior, para que a verdadeira estrutura do ser interior, representada pelo nosso Eu superior, se possa desenvolver. Isso não acontece reprimindo falsas emoções ou através de métodos de compensação, mas sim ao percebermos que a vida em nós é movimento e transformação eternos e que só temos a ganhar se nos tornarmos permeáveis às emanações mais subtis da nossa Alma. E, isso leva-nos à unidade no sentido espiritual, tornando assim possível a libertação através do Amor.

Saudações d`Alma no Doce Amor Divino!

 

Deixe-me a sua opinião. Bem-Haja!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s